<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6455201\x26blogName\x3dsomatos+\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://somatos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://somatos.blogspot.com/\x26vt\x3d-4926936997051577480', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

março 04, 2005

desconfio que me viciei nos vossos comentários... sobretudo os de mulheres como a qed.
Blogger zibl disse...

obrigado, Cassandra, comoves-me...

mas crias-nos (aos teus comentadores) também uma grande responsabilidade... não, não acredito que, em última análise, "dependas" dos nossos comentários...

e quem te disse que sou "linda"? porque é que julgas que sou anónima? :)

4/3/05 18:39  
Blogger zibl disse...

sorry, o "linda" não tem sentido nenhum aqui, baralhei-te na minha cabeça com outra pessoa que o disse... sorry, sorry... apaga essa parte comentário, ah ah

4/3/05 18:41  
Blogger cassandra disse...

não imaginaste o "linda", eu apaguei-o precisamente devido à tua intenção de anonimato. e não me interessa como és fisicamente, este meu "linda" é quase sempre relativo à alma.
abraço :)

5/3/05 21:08  
Blogger Amaral disse...

Espero que não seja por falta deles que escrevas menos para este lugar...
Aquela história que encontrou um fim antecipado na tua cabeça, essa tem que se saber o que é!
É como todos estamos nesta vida: por vezes não sabemos o que estamos construindo; mas o final, esse, está assegurado!

5/3/05 23:55  

diz ...