<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6455201\x26blogName\x3dsomatos+\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://somatos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://somatos.blogspot.com/\x26vt\x3d-4926936997051577480', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

abril 15, 2006

aviso prévio à navegação

peço desculpa a todas as mães que realmente amam os seus filhos e os educam com consciência do que fazem, mas há por aí muita criatura doida a parir sem noção da responsabilidade que isso implica e sem qualquer ideia do que é sentir amor por um filho.
eu fiquei doente ao testemunhar o que a seguir escrevo.

há uma semana atrás, num comboio

três mulheres de meia idade, ansiosas por comentar a vida de outros, viram-se subitamente premiadas, quando, em algés, entraram uma tia da linha, seu filho surfista e sua filha obesa.
a mãe sentou-se delicadamente, suspirou com alguma irritação ao ver a filha tentar manter toda a sua massa corporal num só lugar e começou o ataque:
- tu vais fazer essa operação! estás a ouvir? pára de chorar, que não és nenhuma criança. está toda a gente a olhar para ti. também pudera, gorda como tu és! que horror... eu tenho vergonha de andar contigo na rua, sabias!? não percebes que, depois da operação, vais ficar normal? e ninguém te vai gozar na escola... nem na praia... as pessoas vão deixar de me olhar de lado, como se eu tivesse alguma culpa pelo facto de tu seres tão gorda!
silêncio. a miúda choraminga.
as velhas começam o seu debate.
- coitadinha... ela é muito gorda, sim... mas coitadinha...
- não é preciso dizer-lhe aquelas coisas...
- que mãe horrível! se isso são coisas que se digam a uma filha! credo!
a tia lança-lhes um olhar sibilino e feroz, mas ignora-as.
olha para o filho, faz-lhe uma festa no cabelo e diz, num tom completamente diferente do anteriormente usado para se dirigir à filha:
- e tu meu querido? vais jantar em casa? o que é que queres comer?
- deixa estar, mãe... vou sair com uns amigos... ah, tenho de mandar um sms à teresa.
- não percebes, idiota? achas mesmo que algum dia vais ter um namorado bonito se não fizeres a operação? ninguém quer andar contigo com esse aspecto! que nojo!
de novo, comentários mais agressivos da parte das velhas:
- ai, jesus! esta mulher é doida!
- ela não deve gostar realmente de ser mãe!
- as mães que amam os seus filhos nunca sentem vergonha deles!

[sim, isto parece mesmo um coro de uma tragédia grega!]

a mãe irritada, começou a ficar vermelha.
o irmão virou-se para a irmã e perguntou-lhe:
- queres ir connosco?
- não... as tuas amigas são todas lindas e magras e eu... - desatou a chorar de novo.
as velhas não se calavam e a tia, furiosa, levantou-se e saiu, com suas crias, em oeiras.
Blogger S. disse...

Dass...

15/4/06 12:18  
Blogger zibl disse...

Acho que essa mãe ama não a filha, mas uma idealização dela como "deveria ser"... Horroroso, isso que narraste, simplesmente horroroso. Amar uma imagem idealizada de beleza mais do que a uma pessoa, mais do que a um filho. Sinto asco.
---
Sem relação com o acima, desejo que estejas bem, Cassandra, não aparecias por aqui há uns tempos...

16/4/06 23:28  
Blogger cassandra disse...

mas eu avisei que ia estar de férias! acho que ninguém lê realmente o que escrevo... :))

17/4/06 20:47  
Anonymous tatuagem disse...

Devias ter ido ao festival de cinema de animação promovido pelo cineclube de faro. Tem imensa qualidade e no ano passado também quantidade de curtas assinalável. Penso que há todos os anos. Espreita o site deles. Fica a sugestão.

11/5/06 16:45  
Blogger cassandra disse...

ó tatuagem, esse comentário n era aqui, pois n? seja como for, gosto da descontextualização. é somatos.

11/5/06 19:50  
Anonymous tatuagem disse...

desculpa, não era não ;-)

12/5/06 11:54  

diz ...