<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6455201\x26blogName\x3dsomatos+\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://somatos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://somatos.blogspot.com/\x26vt\x3d-4926936997051577480', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

agosto 12, 2005

já repararam que o facto de estarmos vivos permite-nos realizar coisas fantásticas?

podemos criar amizades, podemos construir castelos na areia molhada, podemos brincar às escondidas, podemos comer nutella, podemos aprender a cozinhar, podemos beijar e mordiscar, podemos fazer amor nas dunas, podemos olhar o céu nos olhos, podemos andar à chuva, podemos sonhar, podemos escrever e pintar e dançar, podemos imaginar o silêncio que, às vezes, nos faz falta e podemos mesmo, em madrugadas sortudas, escutar esse silêncio.

esta manhã, ao chegar a lisboa cerca de meia hora mais cedo que o normal - não sei como, antecipei-me ao alarme do telemóvel -, achei-me uma turista da normalidade lisboeta e fui observando as curvas das pessoas, as alturas dos prédios e o céu que se abria sobre os carros indiferentes.
Blogger O poeta noctívago disse...

De facto, ao estarmos vivos, podemos aceder a coisas mágicas. Ao ponto de se ficar como o pequeno Charlie, ao entrar na fábrica de chocolate de Willy Wonka: UAU! :)

13/8/05 01:35  
Blogger O poeta noctívago disse...

Pessoalmente, este foi um dos mais simples posts teus, Cassandra. No entanto, um dos que mais significaram para mim, logo, um dos melhores.

Bom, agora retiro-me, pois vou abrir uma janela e sorrir para a madrugada.

13/8/05 01:39  
Blogger O poeta noctívago disse...

Infelizmente, não há só beleza na vida. Existem mesmo momentos de verdadeiro terror. Ontem, eu e um amigo andámos envolvidos numa cena de discussão, pugilato e sangue no Bairro Alto. Estou revoltado! :@

14/8/05 21:59  
Blogger Laurindinha disse...

Gostei muito deste post! Abraço

20/8/05 13:42  
Blogger cassandra disse...

tão querida! exactamente o que eu penso quando o leio... (não estou a ser presunçosa). abraço :))

20/8/05 14:20  

diz ...