<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6455201\x26blogName\x3dsomatos+\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://somatos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://somatos.blogspot.com/\x26vt\x3d-4926936997051577480', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

novembro 25, 2008

ainda estamos a falar de anime


é a mais recente co-produção da manglobe (samurai champloo, ergo proxy) e da caliente latino, chama-se michiko to hatchin e não lhe falta dinamismo, cor e capacidade de suscitar empatia.

comecemos pela música, paixão de shinichiro watanabe (realizador de cowboy bebop, samurai champloo) já anteriormente testada em mind game: fervilhante, ruidosa, levemente evocativa de 007 e seus genéricos.



o realizador, sayo yamamoto, escreveu os argumentos de death note e samurai champloo (e alguns episódios de ergo proxy e kemonozume), podia ter ido para uma ilha paradisíaca, mas decidiu escrever uma história séria, crua e sensual, na qual acompanhamos ritos de passagem e de crescimento de uma miúda arrancada do seu quotidiano abusador mas também as desventuras de uma mulher livre, linda e sem medo da morte, que enfrenta a sociedade com a mesma brutalidade com que aquela trata as suas crias.



o desenvolvimento dos personagens ficou a cargo de hiroshi shimizu, responsável de animação em flcl - furi kuri, kemonozume, fullmetal alchemist, the girl who leapt through time, ghost in the shell: stand alone complex 2nd gig, my neighbours the yamadas, cat soup, princess mononoke. o que podemos esperar das suas criações? crescimento individual diferenciado por parte de cada personagem, autonomia, sentido de humor.

seiki tamura, que fez parte dos departamentos artísticos de lucky star, metropolis, the girl who leapt through time, princess mononoke, ghost in the shell: solid state society, grave of the fireflies e melancholy of haruhi suzumiya, é aqui director artístico.

Etiquetas:

Blogger Tiago Franco disse...

Cara Cassandra:
- já viste o teaser do animé do Miyamoto Musashi?
- já viste quem vai fazer de Spike no Cowboy Bebop? (ele não é suficientemente elegante...)

26/12/08 17:28  

diz ...