<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6455201\x26blogName\x3dsomatos+\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://somatos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://somatos.blogspot.com/\x26vt\x3d-4926936997051577480', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

setembro 20, 2005

hoje sinto-me assim, gatita...
Blogger ignorantia disse...

foto enternecedora, mas queres saber que fiquei uns segundos a pensar em significações profundíssimas... a folha seca (é, não é?) por trás do gato pareceu-me um rato (!), a esgueirar-se sem ser notado... e eu a matutar:deixa cá ver de que poderá isto ser metáfora...
:) sou complicadita, sou.

21/9/05 09:29  
Blogger j disse...

É curiosa a imagem! É que a folha seca parece mesmo um ratito...
Mas, a gatinha é um espanto. É tua?!

21/9/05 10:06  
Blogger cassandra disse...

é uma folha seca, sim e, de repente, até parece um ratito :) e porque não ser metáfora se assim o entenderem?

infelizmente não é minha...
mas eu gostava de ser como ela ;)

21/9/05 14:33  
Blogger j disse...

Por ser pequenina? Por ser curiosa? Por ser independente? Por ter aqueles olhos tão vivos? Ou simplesmente... por ser uma gatinha?!

22/9/05 11:11  
Blogger cassandra disse...

é mesmo por isso tudo!

22/9/05 16:25  
Blogger j disse...

É por isso que eu sempre gostei tanto das minhas gatinhas!
E que fiquei profundamente triste quando algumas me morreram nos braços.

23/9/05 15:35  
Blogger cassandra disse...

quando eu tinha 12 anos, vi uma das minhas gatas, que tinha parido há duas noites atrás uma ninhada, comer um dos filhotes, que nascera muito menor que os restantes e que, na hora da mamada, era constantemente ultrapassado pelos restantes gatitos. estava a ficar muito doente. e nessa noite, ela dormiu na rua, no quintal, exactamente no sítio onde ela o tinha comido. depois disso, de vez em quando, ela parava por ali, cheirava o chão e fixava os olhitos em mim. a minha admiração pelos felinos continuou a crescer.

23/9/05 17:01  
Blogger j disse...

Há muitos, muitos anos(!!!), tive uma gatinha que matou todos os gatitos da sua última ninhada!!! Porquê?! Era já muito velhinha e não tinha leite para os alimentar... Decidimos, então, deixar a gatinha longe de casa (6 km), no meio de uma mata onde havia uma casa de campo com gente dentro.
Passados 3 dias, a gatinha apareceu-nos à porta de casa, muito cedo, pela manhã.
Houve choros e promessas (cumpridas até hoje) de que nunca mais abadonaríamos um bichinho.
A gatinha desapareceu, para sempre, uma semana depois...
Passaram muitos, muitos anos, mas não passou a recordação triste desta gatinha.
Chamava-se Kika. O nome da minha actual companheira felina.

26/9/05 14:43  
Blogger cassandra disse...

instintivamente, a gata sabia o que fazia...

26/9/05 19:05  

diz ...