<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6455201\x26blogName\x3dsomatos+\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://somatos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://somatos.blogspot.com/\x26vt\x3d-4926936997051577480', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

agosto 08, 2006

hoje, 22h00

mais uma noite abafada nos arredores de lisboa.
o meu pai apercebeu -se do fumo a sair de uma janela e gritou para a minha mãe: "chama os bombeiros"; deu por si a correr em direcção ao prédio em frente: sabia que a porta de entrada estava aberta, naquela rua era normal isso ainda ser assim.
os donos tinham saído há uns 20 minutos. subiu as escadas com o coração nas mãos ao ouvir o choro da menina e os vómitos convulsivos do rapaz.
a gatita da casa miava junto da menina agachada atrás do sofá. o rapaz lacrimejante depressa se juntou a elas. apesar do calor, ambos tremiam.
o meu pai agarrou o tapete da sala, atirou-o para cima da frigideira que ardia em labaredas e agarrou a dita, tentanto envolvê-la no tapete o melhor possível. infelizmente o tapete escorregou, caiu ao chão, mas ele não largou a frigideira, com receio de atear fogo a alguma coisa, e acabou por a pousar no chão. outras pessoas tinham subido a escada do prédio e, ao oferecerem ajuda, a resposta dele foi: "levem os miúdos daqui para fora, já engoliram algum fumo".