<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6455201\x26blogName\x3dsomatos+\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://somatos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://somatos.blogspot.com/\x26vt\x3d-4926936997051577480', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

junho 27, 2005

o casal bizarro

ela, vista de costas, ostentava o rabo mais perfeitamente empinado da cidade, as curvas mais arriscadas, o pescoço torneado por um escultor do século XIX.
ele, um perfeito tanso, corpo descaído, feio, envelhecido, com uma crónica falta de traquejo socio-linguístico que metia medo por entre os dentes ausentes naquela chaminé.
ele agarra-a com força, pelo antebraço e, num safanão, ela solta-se e dá-lhe as costas, a respiração presa no fundo da minha garganta, enquanto os cabelos falsamente louros esvoaçam em redor do rosto que tento adivinhar.

merda. tinha cara de homem. também não tinha muitos dentes na boca. e o braço tinha marcas de agulhas.
Blogger anamartins disse...

expectativas deitadas a baixo por uma epidemia cruel e implacavel que muitos ainda insistem em explorar...

28/6/05 12:59  
Blogger cassandra disse...

oh, ana, linda! beijos!!

28/6/05 21:46  

diz ...